Talentos Gaúchos da Matemática Premiados em Passo Fundo

 

 

Foi realizada no dia 12 de julho, no centro de eventos da Universidade de Passo Fundo (UFP), a Cerimônia de Premiação da 8ª OBMEP no Rio Grande do Sul. Foram premiados 190 alunos - 44 ganhadores de medalhas de prata e 146 ganhadores de medalhas de bronze -, além de professores, escolas e secretarias municipais de educação. Cerca de 400 pessoas lotaram o auditório do centro de eventos da UFP.
 
O Rio Grande do Sul teve, em 2012, 42 alunos premiados com medalhas de ouro. Eles receberam a medalha no dia 19 de junho, no Rio de Janeiro, durante a Cerimônia Nacional de Premiação da OBMEP, mas muitos também estiveram presentes à premiação em Passo Fundo.
 
- O dia de hoje é dedicado a vocês, alunos medalhistas, que tinham um objetivo, estudaram e venceram. Não importa a medalha. Todos os premiados na OBMEP são vencedores. Vocês são nosso orgulho, bem como de seus familiares aqui presentes – disse a coordenadora regional de RS 04 e organizadora da cerimônia Rosa Maria Tagliari Rico.
 
A cerimônia foi iniciada com uma apresentação do grupo de dança da UFP. Em seguida, o público presente assistiu a um vídeo sobre a OBMEP. Além dos cinco coordenadores regionais da Olimpíada no Rio de Grande do Sul, também estiveram presentes coordenadores e professores do Programa de Iniciação Científica da OBMEP no estado; o representante da coordenação da OBMEP, Professor Pedro Malagutti; e autoridades dos governos estadual e municipais.
 
Rio Grande do Sul na OBMEP - Em 2012, o estado do Rio Grande do Sul teve 741.899 alunos de 3.161 escolas inscritos na OBMEP, e 35.101 se classificaram para a 2ª e decisiva fase da Olimpíada. Foram conquistadas 42 medalhas de ouro, 44 de prata, 146 de bronze e 2.334 menções honrosas. Nos últimos anos, o desempenho de alunos do estado na OBMEP vem melhorando expressivamente – em 2011, foram conquistadas 32 medalhas de ouro (10 a menos do que em 2012); em 2010, 28; em 2009, 12; e em 2008, 7.
 
Os municípios gaúchos que mais se destacaram na 8ª OBMEP foram a capital, Porto Alegre, com 15 medalhas de ouro; Novo Hamburgo, que teve 95 alunos premiados em 2012 (4 ouros, 5 pratas, 7 bronzes e 79 menções honrosas) contra 83 em 2012 (3 ouros, 4 pratas, 4 bronzes e 72 menções honrosas); Selbach, que teve um ouro, um bronze, 13 menções honrosas, uma escola e um professor premiados; Bento Gonçalves, com 2 ouros, uma prata e 36 menções honrosas; e Tuparendi, com 2 ouros, uma prata, um bronze e 5 menções honrosas.
 
Também tiveram um desempenho destacado os municípios de Antonio Prado, Ronda Alta, São José do Ouro, Pinheirinho do Vale (com escola e professores premiados), Campo Bom, Santo Ângelo, Santa Maria, Pelotas, entre outros.
 
As secretarias municipais de educação de Tupandi e de Bom Princípio foram premiadas pela OBMEP 2012, assim como as escolas Ildefonso Simões Lopes, de Osório; José Canellas, de Pinheirinho do Vale; Professor Francisco José Damke, de São Paulo das Missões; Adão Seger, de Selbach; Professor Ulisses Cabral, de Antonio Prado; e Leopoldo Ost, de Santo Cristo. Em 2012, 10 escolas rurais do Rio Grande do Sul tiveram alunos premiados com medalhas: um ouro, 2 pratas e 7 bronzes.
 
Dois professores foram premiados pela OBMEP 2012 com um tablete, uma placa de homenagem e uma assinatura anual da Revista do Professor de Matemática: Gilberto Senandes de Menezes, da Escola estadual de Ensino Médio Baltazar de Oliveira Garcia, de Porto Alegre; e Josélia Maldaner Seibel, da Escola estadual de Ensino Médio Adão Seger, de Selbach.
 
Também foram premiados 23 professores com uma placa de homenagem e uma assinatura anual da Revista do Professor de Matemática. Um deles, o professor Leonardo José Leite da Rocha Vaz, do Colégio Militar de Porto Alegre, foi homenageado, no dia 19 de junho, durante a Cerimônia Nacional de Premiação da OBMEP 2012.
 
PIC - Os alunos recebedores de medalhas na OBMEP 2012 estão participando, este ano, do Programa de Iniciação Científica Jr. da OBMEP (PIC). O programa é composto de dez aulas presenciais e diversas atividades realizadas pela internet (fóruns virtuais). No Rio Grande do Sul, as aulas presenciais do PIC acontecem em dez pólos: Porto Alegre, Bento Gonçalves, Pelotas, Santa Cruz do Sul, São Leopoldo, Passo Fundo, Santa Maria, Erechim, Santa Rosa e Frederico Westphalen. Atualmente, o programa conta, no estado, com 236 alunos, dois coordenadores regionais, 15 professores e 10 monitores. 




$result.label $result.label $result.label $result.label $result.label $result.label