Cerimônia Nacional de Premiação - OBMEP 2013

 

 

No dia 7 de maio, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, foi realizada a Cerimônia Nacional de Premiação da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, para a entrega de medalhas de ouro a estudantes do 6º ao 9º do Ensino Fundamental e dos três anos do Ensino Médio que ficaram entre os 500 melhores colocados em uma competição que envolveu 18,7 milhões de alunos de mais de 47 mil escolas (localizadas em 99,35% dos municípios brasileiros). Os premiados vieram de centenas de cidades de todas as regiões do país, e os estados sem medalhas de ouro foram representados por alunos ganhadores de medalhas de prata e bronze.

 

Cerca de 1.500 pessoas – dentre alunos, familiares, professores e diretores de escolas - prestigiaram o evento, que contou com a presença da Presidente da República Dilma Rousseff; do Governador do Estado do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão; do Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro Eduardo Paes; do Ministro da Educação Henrique Paim; do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação Clélio Campolina Diniz; do diretor-geral do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) Professor César Camacho; do diretor-adjunto do IMPA e coordenador geral da OBMEP Professor Claudio Landim; além de outras autoridades dos governos federal, estadual e municipal, e do meio acadêmico.

 

Em seu discurso, o professor César Camacho, diretor-geral do IMPA, afirmou que não é somente o talento especial para a matemática que está por trás do excelente desempenho dos alunos presentes à cerimônia. “Também é, em muitos casos, o esforço da escola bem organizada e dos seus professores bem motivados, que preparam seus alunos para a competição, seguindo receitas simples”, disse. Ele destacou o caso de duas escolas mineiras: a Escola Estadual Therezinha Pereira, de Dores do Turvo, cidade com 4,6 mil habitantes, que ganhou, em 2013, 14 medalhas, sendo quatro de ouro, três de prata e sete de bronze; e a Escola Estadual João Ribeiro de Carvalho, de Conceição dos Ouros, cidade com 10 mil habitantes, que ganhou 16 medalhas na OBMEP 2013, sendo quatro de ouro, uma de prata e 11 de bronze.

 

Ao final do seu discurso, o professor Camacho fez uma menção especial a dois medalhistas de ouro: Joaquim Victor Miranda Dias, de Cachoeira de Pajéu, e Vanderlúcio de Jesus Ferreira, de Itamarandiba, duas cidades do Vale do Jequitinhonha, região com mais baixo IDH do Estado de Minas Gerais. E completou: “em nome deles, congratulo a todos vocês (medalhistas de ouro da 9ª OBMEP), seus professores, suas escolas e seus familiares, pela extraordinária vitória que os trouxe aqui”.

 

Já a Presidente Dilma Roussef começou o seu discurso saudando todos os premiados e reconhecendo a grande importância dos professores e pais dos alunos para o sucesso deles. “Gosto muito de participar dessa festa, que tem um significado especial para as famílias dos estudantes e para todos nós. O Brasil tem um grande orgulho desses medalhistas. A educação constitui o caminho para o crescimento e desenvolvimento do nosso país”, disse.

 

Depois de citar, como exemplos de sucesso, os casos dos alunos Luíze D´Urso, do Rio de Janeiro (RJ); Dávila de Carvalho, de Dores do Turvo (MG); e Erick Trindade, de Ananindeua (PA), a Presidenta anunciou que os alunos medalhistas de ouro na OBMEP serão “pontuados diferenciadamente” no processo de seleção do Programa Ciência sem Fronteiras. Outro ponto anunciado pela Presidenta foi a expansão do IMPA. “O IMPA é uma instituição de excelência que merece ter suas instalações ampliadas, com qualidade. Com isso, vamos dar condições para que os medalhistas tenham cada vez mais acesso não só às bolsas de iniciação científica, mas também aos cursos de Mestrado e Doutorado do Instituto”.

 

Os alunos chegaram ao longo do dia 6 de maio com suas delegações. Após o jantar a coordenadora da OBMEP, Mônica Souza,  deu as “Boas Vindas” a todos, encerrando a noite com a apresentação do Bloco d’O Passo – “A Música da Matemática”. No dia 7 de maio, antes da cerimônia, o Prof. Emanuel Carneiro, pesquisador do IMPA, ministrou a palestra "O que faz um matemático?". Após a cerimônia, os alunos voltaram para o hotel e participaram de um jantar de confraternização, onde foram sorteados brindes. No dia seguinte, todos retornaram para os seus estados com as medalhas de ouro recebidas com muito orgulho.

 




$result.label $result.label $result.label





Seu navegador é o Internet Explorer (6). Este sistema funciona melhor em outros navegadores como firefox e chrome.

Recomendamos que você considere usá-los.

Para fazer o download da versão mais recente do navegador Internet Explorer clique aqui.

Para fazer o download da versão mais recente do navegador Firefox clique aqui.

Para fazer o download da versão mais recente do navegador Chrome clique aqui.